Pesquisa
.: Home
.: Contato
.: Mensagens para ler
.: Mensagens em Áudio
.: Textos de outros
.: Ouça online
.: Links interessantes
.: Aconselhamento
.: English version
.: Pesquisa
.: Recomende
Aconselhamento
Enviar para um amigo | Versão para impressão | Voltar |  Recomendar
Meu relacionamento acabou - pensei em morrer!
Encontro com a Vida

Preguei há algumas semanas atrás sobre um tema que chamei de "Coisas assim acontecem".

Falei sobre como pessoas ficam desempregadas, gente deixa de receber seu salário, pessoas adoecem, situações desagradáveis ocorrem, relacionamentos entram em crise. Enfim, coisas assim acontecem. E acontecem não porque somos bons ou maus, crentes ou incrédulos - mas, porque somos humanos e estamos no mundo. A vida nem sempre é justa, mas Deus continua sendo bom.

Relacionamento é algo humano, extremamente humano. Envolve pessoas que são diferentes em muitos sentidos, embora possam ter afinidades em outros. Daí que podemos ser parecidos, mas, ainda assim, somos diferentes. Simplesmente, porque cada um de nós é único. Cada um é quem é. E nenhum de nós pode mudar o outro. Nós só podemos mudar a nós mesmos. Tentar mudar alguém é algo que só gera desgaste, sofrimento e frustração.

Na verdade, na maior parte do tempo, nós não nos deixamos conhecer como realmente somos. As pessoas vêem a nossa imagem, o nosso melhor lado, o nosso melhor ângulo, aquilo que permitimos que elas conheçam. Porque temos tanto medo de ficarmos sós, que queremos que as pessoas gostem de nós de qualquer maneira.

Daí que as pessoas conhecem a imagem que nós deixamos que elas vejam ou a imagem que elas mesmas querem ou precisam ver em nós, enquanto nós vemos a imagem que as pessoas passam para nós ou que nós mesmos queremos ou precisamos muito ver nelas. O problema é que nós não vemos quem elas são ou quem nós somos. Para falar a verdade, vivemos numa sociedade que mais parece uma casa de espelhos onde estamos todos vendo imagens refletidas e não cada pessoa como, de fato, ela é.

Muitas vezes, nós queremos muito que uma pessoa seja como nós imaginávamos que ele fosse, mas acabamos percebendo que ela não é assim. Porque, se nós nem mesmo nos conhecemos, como vamos ter a pretensão de conhecer as outras pessoas? Só Deus sonda e conhece os nossos corações. Só Ele conhece o verdadeiro você que há dentro de você e de cada pessoa.

A maior parte do tempo estamos, apenas, vivendo de nossas carências, necessidades e imagens que imploramos a Deus que nunca sejam manchadas,quebradas ou maculadas. Daí que quando isto acontece sofremos muito. Quando a imagem se despedaça o que fica é a decepção.

Porque nós falávamos algo para nós mesmos aquilo que acreditávamos sobre nós mesmos ou sobre as outras pessoas, mas estamos vivendo algo completamente diferente do que estávamos acreditando como sendo verdade.

Muitas das nossas aflições e angústias tem haver com a nossa fala interior - ou seja aquilo que você fala com você mesma o dia todo. A minha pergunta é: O que você anda falando com você mesma todo o dia, o dia todo? Pense um pouco. Será que são palavras boas, sadias, que levantam o seu ânimo, sábias, equilibradas ou são palavras que colocam você para baixo, que olham para a vida de um modo negativo e que estão fazendo mal à sua alma?

Eu não quero falar sobre o seu namoro ou o término dele, com todo o respeito. Eu quero falar sobre você. Como você está com você mesma? Você já se perdoou pelo que fez? E já conseguiu refletir, honestamente, conscientemente, sem barreiras ou moralismos interiores, sobre por que aquilo aconteceu?

Por favor, sei que não foi certo, uma vez que você estava envolvida com outra pessoa, naquele momento. Mas já se perguntou o verdadeiro porque aquilo aconteceu? Porque se aconteceu, houve um motivo. Carência, solidão, não estar se sentindo suprida, atração, raiva, punição, insegurança, estar confusa - eu não sei a razão, mas lá dentro, há uma razão.

É claro que já passou, mas pensar no motivo real daquilo, talvez, ajude você a enxergar como você está por dentro neste momento. Porque se alguém está precisando cuidar de você, neste momento, este alguém é você!

Pare um pouco de pensar e falar sobre o seu namoro e pense em você como ser humano. O que está acontecendo dentro de você? Por que você está lidando com esta situação desta maneira? Por que sua alma está tão abatida, triste, agitada e até tendo pensamentos de morte? Isso é razoável? É proporcional? Será que a sua vida acabou?

Eu sei que é ruim, que dói, que machuca, que a gente chora, que a gente não quer se conformar, mas será que a vida acabou? Ou será que não somos nós que estamos dizendo para nós mesmos que a vida acabou? Eu sei que é doloroso e ninguém gosta de passar por isto, mas milhões de pessoas já passaram e continuam vivas. Será que você não está vendo tudo separado em dois extremos: ou tudo ou nada, ou é ou não é, ou eu tenho ou minha vida não tem mais razão de existir, ou é preto ou branco, ou é meu ou não é de mais ninguém?

Preguei no domingo que a coisa que as pessoas mais se esquecem em um relacionamento é que estão se relacionando com seres humanos, pecadores, rachados, imperfeitos, marcados pela queda, doentes na alma. Daí que as decepções acontecem, porque esperamos dos outros que eles correspondam à imagem que fizemos deles. Nós não admitimos algumas coisas nas pessoas com as quais nos relacionamos, porque, interiormente, nós as elevamos à categoria de "Deus".

Achamos que elas são infalíveis, eternas, perfeitas, sempre coerentes e sem defeito. Mas isso é injusto com elas e conosco mesmo. Porque não é verdade. Nenhum ser humano é assim. Só Deus nos ama com um amor incondicional e sem limites. Só Ele pode preencher as carências mais profundas do nosso coração. Só Ele pode dar sentido e propósito à nossa vida. Só Ele deu a Sua vida por nós numa cruz.

Volto a perguntar: Como você está com você mesma? Como está a sua alma? O que você está falando como se fosse verdade para si mesma? E você já parou para questionar, perguntar e pensar se isto é verdade mesmo ou é apenas um momento difícil e doloroso que você está atravessando?

Relacionamento afetivo é coisa humana e é coisa para adultos. Uma pessoa que não se ama se relacionando com outra pessoa que não se ama resulta em duas pessoas que se ferem e se magoam. Porque pessoas feridas ferem e pessoas machucadas machucam.

Na verdade, quando não nos amamos e nem cuidamos de nós mesmos, como nossos melhores amigos, depositamos nos outros todas as nossas expectativas, ficamos dependentes do amor deles e quando eles não correspondem ao que precisamos, nos desesperamos. Mas, não precisa ser assim.

A questão, agora, não é se você ama ou não este rapaz ou se vocês vão voltar ou não. A questão é você se amar o suficiente para continuar vivendo a despeito de tudo e apesar de tudo que aconteceu. A questão é você se valorizar o bastante para levantar a cabeça e começar a falar a verdade com você mesma. É ruim, mas não é o fim do mundo. Dói, mas não é a pior coisa que poderia me acontecer na vida. Há outras coisas muito piores que poderiam acontecer. Ninguém gosta de passar por isto, mas pode ser um tempo de resgatar sua identidade como mulher e seus gostos, valores, potencial e amor-próprio.

Você precisa se amar. Você precisa se valorizar. Você precisa ser sua melhor amiga. Você precisa se respeitar. Você precisa se ajudar. Você precisa se encorajar a si mesma em Deus. Você precisa acalmar e tranquilizar a sua própria alma e tratá-la como quem trata uma criança de colo que precisa ser ninada e acalentada.

Eu sei que tudo é muito recente, a saudade bate forte e há muita gente falando muita coisa para você. Mas, por favor, pare um pouco para amar a pessoa que Deus criou à Sua imagem e semelhança e por quem Jesus deu a Sua própria vida na cruz: você! Ninguém amou você assim! Faça algo com isto!

A Bíblia diz que Deus conheceu a nossa alma e não nos desprezou, porque Ele nos ama. Ele sabe quem nós somos, como somos, o que fazemos, o que pensamos, conhece nossa estrutura, nossas falhas, nossos erros e tolices - e, ainda assim, nos ama! Jesus sabia que Pedro ia negá-lo três vezes, mas nunca desistiu dele. Deus conhece você e ainda assim ama você. Se Ele pode amar você, por que você não pode amar a si mesma?

Nenhum homem, seja ele quem for, merece que você desista de viver por causa de sua rejeição. Você já existia antes de conhecer esta pessoa. Sua vida não acabou. Foi Deus quem desejou, planejou e criou você. Deus ama você.

Não aceite ver as coisas maiores do que elas, de fato, são. É doloroso? É. Alguém gosta de passar por isto? Não. Mas você está viva. Então, pelo amor de Deus, viva. Ame a Deus e a si mesma. Ame as pessoas que estão ao seu lado e aquelas que Deus coloca em seu caminho. Simplesmente, viva!

Não tente viver o dia de amanhã, hoje, porque o amanhã ainda não existe e o ontem já se foi. Você só tem o hoje para viver. Então, fale consigo mesma que você é amada por Deus e escolha amar a si mesma. Faça algo bom para você mesma. Trate a si mesma com carinho e amizade. Cuide bem da pessoa que Deus criou e comprou na cruz por um preço tão alto: você!

Você precisa pensar que não vale à pena ficar se torturando e se maltratando, dia e noite, noite e dia, como se a vida toda consistisse na resolução desta questão. Eu seu que não é fácil. Nós choramos, sentimos, ficamos angustiados, a depressão tenta nos prender - mas é uma questão de renovarmos o modo como pensamos, como falamos conosco mesmo. Não é fácil, mas não é impossível.

Tudo bem você chorar, você é humana. Tudo bem você querer a volta, você é gente. Mas, não se sepulte nesta dor, não se deixe levar pelas suas emoções, não se entregue a este redemoinho de tristeza e angústia. Isto não faz bem a você.

Pare e pense em como você poderia se ajudar neste momento? Como você poderia se sentir melhor, a despeito de tudo que está acontecendo? Coloque de lado as coisas que aconteceram e pense em como você pode ficar melhor com você mesma?  Busque a presença de Deus para a sua vida. Leia a Palavra para fazer bem à sua alma e não procurando uma resposta para esta situação.

Quanto mais você pensar sobre isto, mais confusa você vai ficar. Entregue tudo para Deus e escolha que você vai amar a pessoa que é você. Escolha que você vai fazer bem ao seu próprio coração. Escolha que a sua vida tem que continuar. Escolha que você tudo pode naquele que te fortalece, inclusive, atravessar este momento difícil. Você pode fazer isto. Acredite.

Um dia, você ainda vai olhar para trás e ver que cresceu e amadureceu, interiormente, em meio a todas estas coisas. Um dia, tudo isto vão ser como águas que passaram em sua vida. Mas, o importante é como você se trata e como é o seu relacionamento com Jesus. Porque é isto que faz toda a diferença.

Eu entendo que você não quer aceitar qualquer outra idéia que contrarie os seus sentimentos, mas pare e pergunte-se: Por que você está fazendo isto? E para que você está fazendo isto? É isto que você faria à sua melhor amiga?

Por que tudo isto está causando este impacto tão grande em você? Eu sei que você o ama, mas a grande pergunta que você precisa se fazer é: Você se ama? E como você pode se amar mais? E como você pode ajudar a si mesma, neste momento? O que você pode fazer por si mesma para fazer bem ao seu coração?

Deus ama você! Ele desceu do Seu trono de glória, onde era adorado, dia e noite, por milhares e milhares de seres celestiais e subiu ensangüentado, numa cruz, unicamente, por amar você! Deus estava em Cristo, reconciliando consigo os homens (e isto inclui você)! Não foi o que você fez ou deixou de fazer, prometeu ou deixou de prometer, conquistou, provou, demonstrou ou barganhou - foi porque Ele amou você. Nós amamos a Deus porque Ele nos amou primeiro!

Pense sobre isto e valorize quem Deus valorizou desta forma tão extraordinária. O amor dEle é indescritível e incomparável. Não há nenhum tipo de amor humano capaz de chegar aos pés do Seu infinito amor. Foi Sua graça que nos alcançou. Seu favor que nunca merecemos e jamais iremos merecer.

Ele nos quis e não nos rejeitou. Ele se importa com você. E a prova disto não está em Ele responder as suas orações, mas em que Cristo derramou até a última gota do Seu sangue naquela cruz por amor a você! Deus prova o Seu amor para conosco, no fato que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores. É isto que o Evangelho ensina.

Você é humana e é normal estar sentindo a dor, mas dê a si mesma o direito de viver, de voltar a sorrir, de continuar a caminhar, de se levantar destas cinzas, de perdoar a si mesma e de perdoar aqueles que parecem não estar perdoando você. Viva! Caminhe! Levante-se e ande, em nome de Jesus!

Não sei o que o futuro trará, só sei que Deus ama você e tem o futuro em Suas mãos. Ele quer ter um relacionamento pessoal com você. Ele não quer ser uma religião, uma crença, uma idéia, alguém distante - Ele quer ser Seu Abba Pai (paizinho), o Pastor do seu coração, o Seu abrigo, a Sua grande alegria.

Espero que estas palavras façam bem à sua alma e ajudem você. Conte com nossas orações.

Muita paz para você!

Pr. Paulo Cardoso
Enviar para um amigo | Versão para impressão | Voltar |  Recomendar