Pesquisa
.: Home
.: Contato
.: Mensagens para ler
.: Mensagens em Áudio
.: Textos de outros
.: Ouça online
.: Links interessantes
.: Aconselhamento
.: English version
.: Pesquisa
.: Recomende
Aconselhamento
Enviar para um amigo | Versão para impressão | Voltar |  Recomendar
Minha amiga perdeu o pai...
Encontro com a Vida

Oi, amigo,
 
Acredito que a melhor coisa que você pode fazer por sua amiga é ser amigo dela.
 
Você não precisa falar nada, apenas estar ao lado, oferecer sua companhia, seu ouvido, seu ombro, sua amizade, sua presença. Isto fala mais alto que milhões de palavras.
 
Na verdade, quem sofre uma perda, não precisa de boas palavras, mas de um bom abraço, de bons amigos, de alguém ao lado, de orações feitas no silêncio do coração para que o Consolador traga conforto ao coração de quem sofre a dor da perda e da separação.
 
A dor da perda é um processo que não pode ser acelerado ou influenciado pelos outros. É algo muito, muito pessoal. Algo que precisa ser respeitado. O que os amigos podem fazer é, como já escrevi, apenas ser amigos. Não como os "amigos de Jó" que não conseguiam discernir que as palavras de Jó eram as palavras de um desesperado, de alguém que tinha perdido seus filhos e tudo que havia construído, de alguém que sentia como se aquela dor nunca fosse ir embora.
 
Numa hora destas o que se precisa é de alguém que ouça sem julgar, que fique ao lado sem cobrar nada, que faça companhia sem esperar melhoras imediatas, que dê sem esperar nada em troca, que não chegue com respostas prontas ou tentando defender Deus. Deus não precisa de defensores, Ele quer que sejamos, sim, consoladores daqueles que estão sofrendo. Só aí seremos Corpo de Cristo na terra. Por isto Provérbios diz que em todo o tempo ama o amigo e na angústia nasce o irmão.
 
Quanto mais tentamos parecer espirituais e entendedores dos caminhos de Deus, menos compaixão e ternura demonstramos para com aqueles que sofrem e gemem as dores reais da vida. Eu não tenho que parecer espiritual, só seguir a Jesus. E o que Ele ensinou é que devemos amar uns aos outros como Ele nos amou. O que Ele ensina é a chorarmos com os que choram e nos alegrarmos com os que se alegram.
 
Uma amizade se fortalece nos momentos difíceis, quando as pessoas aprendem a agir como gente, como seres de carne e sangue e a expressar amor, compaixão e empatia pela dor do outro. Isto é ser irmão e amigo. Um amigo assim nunca será esquecido porque é um tesouro incalculável.
 
Ore por sua amiga, peça que o Deus de toda consolação possa cobri-la com o Seu amor e graça, mas seja profundamente humano. Entenda que é humano sentir a dor. É humano sentir a perda e chorar. É humano ter questionamentos durante algum tempo. E é ser humano ficar ao lado só para dizer: "Eu não tenho as respostas, mas estou aqui para você". Isto faz muita diferença.

Uma coisa é certa: "o justo é levado antes que venha o mal e entra na paz" (Isaías 57:1)
 
Fique na paz de Jesus,
 
Pr. Paulo Cardoso
Enviar para um amigo | Versão para impressão | Voltar |  Recomendar